Barriga estufada

Cristiane Moreira 16 de julho de 2010 0

SDG

Alguns alimentos têm o terrível poder de promover uma aparência indesejada: o efeito barriga estufada.

Nem sempre aquela saliência é acúmulo de gordura, ela pode ser apenas o efeito estufa, ou seja, acúmulo de gases. Enlatados, refrigerantes, salsicha, queijos gordurosos, feijão e pão são alguns dos alimentos responsáveis por essa situação. Mas se alimentar com pressa, comer muito e ficar horas sem se alimentar também têm sua parcela de culpa.

  • Tudo isso leva a um mesmo lugar: estimulam a formação de gases. Já viu que praticidade e pressa não combinam nadinha com o seu visual. Ou seja, sua dispensa pode ser a real culpada pela sua barriguinha saliente.

A melhor forma de garantir uma barriga livre do excesso de gases é evitar alimentos que os formem e também aqueles que retêm líquidos (o que também pode aumentar o volume da região). Se estiver acima do peso, deve-se pensar em uma alimentação equilibrada para perder peso e, consequentemente, a gordura localizada; as magras também não estão livres de apresentar uma barriguinha, se for o caso, devem manter uma alimentação saudável, evitando gorduras, frituras, doces e refrigerantes, que também provocam barriga.

  • Devem evitar também pratos muito gordurosos, dando preferência às carnes magras, legumes, verduras e frutas. Também vale a pena prestar atenção no funcionamento do intestino, se estiver devagar, aumente a ingestão de fibras e água para que ele funcione melhor e libere o que estiver acumulado. E não esqueça nunca da atividade física porque esta, além de queimar calorias, contribui para o bom funcionamento do organismo.

Confira nossos tratamentos que eliminam o efeito estufa e mandam pra longe aquelas gordurinhas indesejáveis!

botao_agende2

Deixa uma resposta »